A importância da fisioterapia em crianças com traqueostomia

 

A traqueostomia é um procedimento cirúrgico onde se garante uma via aérea na altura do pescoço diretamente na traqueia fazendo com que a resistência a entrada do ar esteja diminuída e facilitando assim a chegada de ar nos pulmões. É necessária em alguns casos como na obstrução da via aérea no geral, uso de ventilação mecânica prolongada, necessidade de facilitação na higiene pulmonar, má formações ou questões relacionadas a doença de base, entre outros.

São necessários alguns cuidados com as crianças com traqueostomia, como a aspiração de secreção, troca da cânula a cada 3 meses pelo médico, posicionamento da cânula no pescoço com um fixador parecido com um colar para que não escape do pescoço, além da verificação constante da integridade da cânula e da região do pescoço envolta.

As crianças que fazem uso da traqueostomia passam por sessões de fisioterapia respiratória diariamente para auxiliar a remoção da secreção, acompanhar o seu aspecto e melhorar a função pulmonar.

A fisioterapia motora atua de forma a auxiliar no fortalecimento muscular (também nos músculos respiratórios), atua no desenvolvimento motor, gerando assim reflexos na parte pulmonar e auxiliando também na melhora da função respiratória, além dos ganhos motores.

A fisioterapia motora pode acontecer normalmente desde que se tome os cuidados necessários para a execução das atividades, como posição confortável para a criança, respiração tranquila e traqueostomia livre para a entrada e saída de ar. O mais importante é ter bom senso e sempre respeitar os limites e as necessidades da criança.


Conheça a Espaço Habilitar!

(21) 2523-0382 / (21) 98350-1761
contato@espacohabilitar.com.br
Rua Raul Pompéia, 12 – 4º andar – Copacabana

0 comentátios

Deixe um comentário!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *