CME-MEDEK

CME Medek

O Espaço Habilitar é a única Clínica habilitada para fazer o tratamento intensivo do método CME – MEDEK

O Cuervas Medek Exercices, ou CME é uma das técnicas disponíveis para tratamento de crianças com paralisia cerebral, síndrome de Down, e outras síndromes ou distúrbios que causem atraso no desenvolvimento motor e é contra indicada em casos de doenças degenerativas

Ele é composto por mais de 600 exercícios que tem o objetivo de desafiar a criança contra a gravidade e o aparecimento de reações automáticas! Nessa técnica o fisioterapeuta tenta dar o menor suporte possível ao paciente fazendo os exercícios com o suporte cada vez mais distal até que a criança consiga fazer o movimento sem ajuda.

O material utilizado é um conjunto de caixas e tábuas que se encaixam de diversas formas possibilitando uma infinidade de exercícios, e uma maca alta que é feita sob medida para o terapeuta! Esse material tem um custo baixo o que possibilita que praticamente qualquer um possa implantar essa técnica na sua clínica ou centro de reabilitação.

Crianças a partir de 3 meses de idade até conseguirem marcha independente podem se beneficiar dessa técnica. A aplicação do método é limitada pelo tamanho e/ou peso do paciente, essa limitação é variável, cabe ao terapeuta que irá atender o paciente avaliar até que tamanho e peso ele é capaz de atender. Geralmente pacientes com comprometimento motor mais leve conseguem ser atendidos por mais tempo por esse método!

No CME podemos trabalhar de duas formas:

Intensivo

O paciente é submetido a duas sessões diárias com um intervalo entre uma sessão e outra. O tempo mínimo de intensivo é de duas semanas e o máximo de dois meses.Os intensivos devem ser repetidos a cada 3 meses.

Durante o período de intensivo terapeuta monta um programa de exercícios para casa que a família e/ou o terapeuta que dará seguimento aos atendimentos deverá repetir até a volta para o próximo intensivo.

Convencional

paciente é atendido apenas uma vez no dia, pela quantidade de dias da semana estabelecida pelo terapeuta junto com a família (1,2,3… Vezes por semana).

O CME foi desenvolvido por um fisioterapeuta chileno chamado Ramon Cuervas que sentiu a necessidade de fazer um trabalho diferenciados com seus pacientes já que ele não conseguia ver muito resultado com os tratamentos disponíveis na época (década de 70).

Na minha prática clínica vejo que é um ótimo recurso para os pacientes pequenos e para aqueles que estão quase andando, quando as crianças crescem e ficam impossibilitados de fazer uso desse método eles são encaminhado para outros tipos de tratamento, conforme a necessidade de cada um.