Plataforma Vibratória Galileo

plataforma vibratoria galileo

A plataforma vibratória Galileo é a plataforma vibratória mais bem documentada em trabalhos científicos na área da pediatria e neuropediatria

Esse fato se deu principalmente pelo programa de pesquisa iniciado no centro de reabilitação infantil da Universidade de Colônia na Alemanha em 2006.

Como intervenção na reabilitação é uma ferramenta importante na melhora da espasticidade, da mobilidade e do treinamento funcional dos músculos.

O aprendizado motor é otimizado à medida em que as repetições são muitas e dadas pela frequência do aparelho.

Seu diferencial é a qualidade do motor o que gera uma  vibração capaz de gerar um reflexo de estiramento na fibra muscular, acarretando em uma contração.  A vibração promove fortalecimento muscular através de hipertrofia e hiperplasia, aumento do número de sarcômeros em diâmetro e quantidade.

Seu diferencial é a qualidade do motor o que gera uma  vibração capaz de gerar um reflexo de estiramento na fibra muscular, acarretando em uma contração.  A vibração promove fortalecimento muscular através de hipertrofia e hiperplasia, aumento do número de sarcômeros em diâmetro e quantidade.

O aumento da mobilidade articular  e “alongamento” muscular se dá pelo efeito da contração e relaxamento musculares diminuindo a tensão de contração (inclusive espasticidade momentaneamente)

 

 
  • Sua frequência, ou seja  o número de oscilações por segundo varia de 5 a 27 Hz , a frequência é ajustada de acordo com o trabalho planejado
  • 5–10 Hz – Mobilização compensações ativas de tensão e relaxamento. Treino de equilíbrio e propriocepção
  • 10–20 Hz – Função muscular contrações acima de 12 Hz causam reflexo de estiramento, aumento da função muscular, coordenação, relaxamento e alongamento muscular e tendinoso  
  • 20–30 Hz –Força aumento do tônus e força muscular pela maior ativação
  • Frequências acima de 20 Hz são coordenadas como arco reflexo: contração e relaxamento sem intervalo (H reflex). Durante a contração continuada há diminuição de perfusão o que por reações metabólicas consequentes quando a contração cessa, há maior perfusão e maior troca metabólica.

 

Para exemplificar as contrações geradas, um treino de 3 minutos com 25 Hz equivale em número de contrações a 4500 passos.

O principio da plataforma Galileo é o movimento de marcha, variação de descarga de peso através da oscilação látero- lateral do quadril e contrações e co-contrações de ajuste pela variação da descarga E/D, mobilizando as cinturas pélvica e escapular  e gerando ajustes na coluna vertebral.

Os riscos causados pela imobilidade, que são muito comuns, em indivíduos que não ficam em pé ou se movimentam com frequência, são diminuídos com o uso da plataforma pois entre outros, há melhora da perfusão e circulação sanguínea  e do depósito de cálcio nos ossos.

Além dos artigos comprovando a eficácia na reabilitação infantil há também artigos que podem ser acessados no site: https://www.galileo-training.com/us-english/literature.html que comprovam sua eficácia entre outros em:

  • Dor lombar
  • Imobilização e viagens espaciais
  • Fibrose cística (mucoviscidose)
  • Diabetes
  • MMSS
  • Prevenção de queda
  • Fibromialgia
  • Incontinência por stress
  • Esclerose múltipla
  • Osteoporose
  • Parkinson
  • Ataxia
  • Esporte e fitness
  • AVE